Lixo eletrônico da sua empresa pode ajudar jovens

Lixo eletrônico da sua empresa pode ajudar jovens

Sabia que o lixo eletrônico da sua empresa pode ajudar milhares de jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade e na formação de educadores?

“Como a minha empresa gera impacto positivo e se fortalece por meio de iniciativas sociais?” Essa, provavelmente, é a dúvida de muitas organizações, dos mais variados portes, que sentem que precisam se engajar em mais causas, mas têm dificuldade para escolher a melhor forma de fazer isso.

Computadores, smartphones, tablets, mouses, fones de ouvido e vários outros itens que seriam descartados pelas empresas podem ser doados a instituições como o Projeto Quixote, sabia? E o melhor de tudo é que esses equipamentos descartados são tratados para evitar um possível vazamento de informações e toda a logística para retirada e encaminhamento ao melhor destino é garantida.

Esse foi o caso da farmacêutica Pfizer, que pretendia contribuir com a ONG Projeto Quixote, que atua há 25 anos para transformar a história de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e na formação de educadores.

Como a empresa estava trocando parte de seu parque tecnológico, surgiu a oportunidade de encaminhar, de forma segura e comprometida socialmente, seu lixo eletrônico, para a organização.

A Pfizer primeiro inabilitou os HDs dos equipamentos para evitar o vazamento de dados e doou-os à ONG que, em parceria com um leiloeiro, negociou todos esses itens com diversas empresas por meio de um leilão virtual.

O valor arrecadado com o leilão chegou em um momento difícil, pois a pandemia de covid-19 havia causado uma diminuição drástica nos recursos captados pela ONG, e ajudou o Projeto Quixote a “colocar a casa em ordem” e continuar com seu trabalho com as crianças e adolescentes, evitando demissões e redução das atividades.

O projeto, que teve início em novembro de 2020, foi um sucesso e garantiu à Pfizer uma presença ainda mais especial na realidade de inúmeras crianças e adolescentes beneficiadas pelo Quixote, além de ter realizado um descarte consciente de seus resíduos.

O lixo eletrônico, geralmente uma dor de cabeça para as empresas, pode ajudar muitas crianças e jovens e se transformar em atendimento psicossocial, em oficinas de inclusão e arte e em formação para o trabalho.

A Auíri entra em cena exatamente neste ponto: nossa experiência em marketing de causa permite que ajudemos inúmeras empresas a transformarem projetos em realidade e se engajarem, de forma efetiva, em iniciativas de impacto social.

Engaje-se para valer em uma causa que vale a pena! Doe seu parque tecnológico ao Projeto Quixote e conte com o apoio da Auíri para viabilizar essa ação. Cuidamos de tudo para que a sua empresa tenha mais responsabilidade social, desde a logística até inventário, retirada e protocolos.

Quer saber mais sobre esse projeto? Entre em contato com a gente pelo [email protected] ou pelo (011) 4858 9198.

COMPARTILHE

Preencha o formulário: